Salzburg

Salzburg fica na Áustria, e ganhou esse nome pela importância do sal (salz em alemão) para a cidade. 

Além disso, ela é muito conhecida por ser a cidade natal de Mozart e cenário do filme A Noviça Rebelde.

Aqui quando faz sol, as pessoas bebem cerveja e tiram os casacos, mesmo que a temperatura esteja baixa. Assim como os cariocas fazem quando chove, e tiram suas botas do armário, mesmo que esteja calor.

O idioma oficial é o alemão, mas um pouco diferente do falado na Alemanha. Mais ou menos o que acontece com o português falado no Brasil e Portugal. E conversando com alguns alemães e austríacos, descobrimos que existe uma pequena rixa entre os dois países.

Outra coisa que nos chamou atenção foi a facilidade em encontrar wifi pela cidade, até mesmo na beira do rio. Um pouco diferente da Alemanha, que tem regras rígidas sobre download, então é raro encontrar wifi mesmo em restaurantes ou cafés.

Salzburg nos impressionou por sua beleza natural. De quase qualquer ponto da cidade é possível ver as montanhas nevadas. Aproveitamos o dia ensolarado para subir até Geisberg. A vista lá de cima é incrível e algumas pessoas vão até lá voar de parapente e fazer trilhas.





O Castelo Festung Hohensalzburg também tem uma linda vista para a cidade. Fizemos a subida andando, e valeu muito a pena. Pareceu que estávamos voltando no tempo.






Um passeio pela beira do rio é super agradável, ainda mais quando a metereologia está a favor. Sentamos e assistimos ao pôr do sol, o que no inverno é um verdadeiro luxo. 




Mas também dá para apreciar a paisagem do Kaffee-Alchemie, que tem várias opções de café do mundo inteiro e um ambiente bem aconchegante.

Bem na entrada da parte antiga da cidade fica a Casa de Mozart. Um museu que conta a história do compositor e sua trajetória, além de exibir objetos pessoais dele e de sua família, como instrumentos tocados pelo compositor. 

O Mozart ball, em homenagem a ele, é um chocolate redondo recheado com marzipan, nougat e chocolate amargo. Existe uma acirrada disputa entre as confeitarias da cidade e cada uma usa um adjetivo diferente, se intitulando, o verdadeiro, o original, o primeiro. Mas, segundo dica de locais, a bolinha azul e não a vermelha, deve levar os créditos. Para não correr o risco, fomos na tradicional confeitaria Fürst conferir e aproveitamos para provar também a típica torta de chocolate austríaca, chamada de Sachertorte. Ela tem uma massa bem seca e recheio de geléia de damasco. Gostei porque não é tão doce.

Outra sobremesa tradicional dessa região é o Apfel Strudel. A diferença é que aqui ela é servida quente.

A cidade é absolutamente fantástica em todos os sentidos! Para quem vai para Áustria ou sul da Alemanha, diria que é uma parada obrigatória!

3 comments:

Pedro Ducommun said...

Que paisagens magníficas! A qualidade das fotos, o conteúdo do texto e a seleção das imagens dão uma boa noção dessa tradicional cidade. Gostei!

Pedro Ducommun said...

Que paisagens magníficas! A qualidade das fotos, o conteúdo do texto e a seleção das imagens dão uma boa noção dessa tradicional cidade. Gostei!

Daniel Cotrim said...

Mto legal!!! Fui prai no verao, e outra paisagem, impressionante..Pelo visto as super botas da Taiane fizeram sucesso! rssss

Post a Comment